Google+ Followers

Google+ Badge

terça-feira, 29 de março de 2016

#telhadistaemsaopaulo#consertodetelhado  FESTEJA COM VOCÊ  mas continuemos alerta :



Cantareira tem melhor verão em 5 anos


28/03/2016 às 12:20
por Josélia Pegorim

Atualizado 28/03/2016 às 20:24




O Sistema Cantareira teve seu melhor verão em 5 anos. Considerando o período de 1 de dezembro de 2015 a 28 de março de 2016, choveu cerca de 960 mm, pela medição da SABESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – responsável pelo monitoramento do nível de armazenamento de água dos mananciais que abastecem a Grande São Paulo.

A chuva de março de 2016 atingiu a média histórica. No dia 28 eram 179 mm acumulados, sendo que a média é de 178 mm. A chuva de fevereiro de 2016 ficou 22% acima da média e a de janeiro, cerca de 8% acima do normal. Em dezembro de 2015 choveu 18% acima da média.





Chuva do El Niño recuperou o Cantareira



A chuva de 2015 conseguiu devolver ao Sistema Cantareira a água das reservas técnicas que foram disponibilizadas em 2014 para o Estado de São Paulo, para contornar a grande deficiência gerada pela falta de chuva dos verões de 2013/2014 e 2014/2015.

A chuva farta da primavera de 2015, associada com a forte atuação do fenômeno El Niño, foi fundamental para a recuperação do nível de água. No dia 30 de dezembro de 2015, o nível de armazenamento saiu do volume morto e atingiu o limite mínimo do volume útil.

No dia 28 de março de 2016, o nível do Cantareira estava em 35,7%, sem reserva técnica, considerando apenas a água do volume útil, segundo a SABESP.



Nível de fim de estiagem no fim do verão


Numa situação normal, o nível de armazenamento de água de pouco mais de 30% no fim do período chuvoso (verão) é muito baixo. Mas se considerarmos que há dois anos várias represas do Cantareira eram enormes áreas secas, com terra rachada no fundo, a marca de 35% de armazenamento é até animadora. Com a chuva do El Niño, a recuperação do Cantareira surpreendeu e superou até as previsões mais otimistas feitas antes do período chuvoso começar.

Um nível armazenamento da ordem de 35% é o que se esperaria para o fim de um período de estiagem forte. Numa situação normal, após um período chuvoso dentro da média, o nível de armazenamento no fim de abril seria da ordem de 60%, num cenário pessimista ou da ordem de 90%, num cenário bastante favorável.



A situação atual não é confortável e nem totalmente segura para garantir o abastecimento no período de estiagem que se inicia com o outono, mas já tivemos situações piores.
Fonte: CLIMATEMPO